SOMENTE SABERÁ O QUE É SER PAI...

Quando sentir profundamente, no seu peito,

as batidas do coração, cheio de orgulho.

Quando compreender, cheio de regozijo, que o fruto de seus sonhos

é agora uma realidade palpitante, ternura viva e olhar inocente.

Quando entender que seu sono nunca mais será completo,

quando ouvir o choro na madrugada,

quando perceber suas olheiras enormes

e a satisfação de ver seu tenro rebento dormindo,

ainda que você não posa dormir.

Quando, radiante, passear com seu filho,

empurrando seu lindo carrinho de bebê,

conversando com ele,

mesmo sabendo que ainda não o entende,

mas sabendo que ele vai descobrindo, admirado,

cada uma das pequenas coisas que o rodeiam

e que serão sua primeira lição de filosofia.

SABERÁ O QUE SIGNIFICA SER PAI...

Quando, à noite sair correndo para comprar esse remédio

que ele precisa para aliviar sua febre,

e tiver que anotar o número e as datas das vacinas,

e, na ponta do pés, se aproximar de seu berço

e escutar sua respiração compassada e feliz.

Quando, pela primeira vez, seu filho o chamar de papai,

e rir quando o lançar ao ar e ele não sentir medo

porque lhe dá segurança o seu sorriso.

Quando o animar a dar seus primeiros passos, sinal inconfundível

de que começa sua caminhada em direção a seu destino,

e quando correr atrás da bicicleta

em que seu filho, entusiasmado,

pedala os primeiros caminhos e as primeiras distâncias

de seu futuro peregrinar pela vida.

Quando conhecer a maravilha que possui

ao leva-lo, pela primeira vez, à escola

e vir seus olhos chorosos porque não quer separar-se de você

e sentir na alma a dor de afastar-se,

deixando-o no meio de outros egoísmos

que, porém, o ensinarão a compartilhar.

Quando ele lhe mostrar seus primeiros desenhos, pequeno Picasso,

que são uma prévia do desejo de beleza 

que esconde no seu coração.

Quando se abraçar a você, pegando sua mão

como símbolo da confiança e da fortaleza

que dá segurança ao seu caminhar.

SABERÁ O QUE É SER PAI...

Quando seu filho reclamar seu tempo

e você tiver que ir procurá-lo e encontrá-lo onde estiver,

e levá-lo ao circo, à praia ou a passear, cansado mas feliz.

Quando juntos planejarem as férias em que ambos

pertencerão um ao outro sem reservas,

e lhe ensinar a jogar e a resolver quebra-cabeças,

e juntos caminharem pelo parque numa tarde qualquer

brilhante do sol da primavera.
Quando compreender a maravilha que Deus lhe deu,

ao ser desafiado por ele com suas primeiras perguntas,

e, desprevenido, não souber como respondê-las.

Quando o ajudar a escrever uma carta a Papai Noel

e esperar a véspera de Natal

com o anseio compartilhado de uma nova infância

e descobrir em seu abraço, em sua carinho 

e em seu beijo incondicional, o quanto você o ama.

SABERÁ O QUE É SER PAI...

Quando o levar a falar com Deus pela primeira vez,

e o ensinar a rezar por todos

e ele sentir que o seu carinho é algo

no qual ele pode confiadamente descansar.

Quando você perceber que ele está crescendo e o acompanha,

que está avançando e você está a seu lado,

e está tornando-se adolescente 

e não o abandona nesse processo,

mesmo sendo tão duro ver que, 

pouco a pouco, se desprende de você

para ir à procura de si mesmo.

Quando ouvir seu primeiro apelo 

e seu primeiro desejo de independência.

SABERÁ O QUE É SER PAI...

Quando chegar o dia em que você não o acompanhar,

porque seus amigos o estão esperando

e você sentir que seu coração fica abalado,

porque esse dia chegou antes do que você pensava

e sente profundamente que assim deve ser,

porque é o preço que pagará 

pelo aprendizado de seu vôo definitivo.

E, FINALMENTE, SABERÁ O QUE É SER PAI...

Quando, um dia, seu filho tiver que partir 

para estudar longe da família,

ou para um trabalho num lugar distante,

e a saudade consumir as horas que antes,

desfrutava, feliz, na sua companhia,

e talvez o telefone ou as cartas 

sejam seu único vínculo com ele.

E SOBRETUDO, SABERÁ O QUE É SER PAI,

Quando chegar alguém e o levar de seu lado

para perseguir outro arco-íris, o de sua própria vida,

partilhada com alguém a quem ele amará

e a quem você deverá aceitar, porque é a lei da vida,

pois seu filho foi emprestado a você apenas por algum tempo...

ENTÃO, SABERÁ O QUE É SENTIR-SE PAI.

Você não estudou para sê-lo,

mas viveu essa paternidade e a seguirá vivendo.

A alegria que isso lhe proporcionará,

deverá ser, então, maior que a dor que supõe sentir

que algo muito tenro se desprende de sua alma.

Mas é só, então, que poderá ser consciente, em plenitude,

da maravilhosa experiência, dom vivo de Deus, 

que é sentir-se pai.

(Rubén Núñez de Cáceres - Trad. G. Cabada)