Segundo o calendário judaico, o dia começa com o pôr do sol, e não com o nascer do sol.

 

Todos os dias festivos ou sagrados têm início à noite. O sábado começa ao cair da tarde da véspera.

 

Conforme a tradição judaica, esse fato encerra um significado moral.

 

Não é difícil confiar no dia e acreditar na existência da luz quando o sol nasce.

 

O dia judaico inicia-se à noite para simbolizar a fé que se tem, mesmo quando se está nas trevas, que a luz prevalecerá e que uma nova manhã há de brilhar.

 

(William B. Silverman)