PESSOAS-PORTA............................ Não sabem cumprir sua obrigação sem ranger.

PESSOAS-ÁRVORE......................... Dão galho por qualquer coisa.

PESSOAS-RIO.................................. Quando saem do “leito” é para causar encrenca.

PESSOAS-PAPEL............................ Só servem para embrulhar.

PESSOAS-CESTA DE LIXO............ No seu interior só há porcaria.

PESSOAS-VULCÃO........................ Não servem para amigos: só para ver de longe.

PESSOAS-TIJOLO.......................... Sozinhos não valem grande coisa. Juntos constroem.

PESSOAS-GASOLINA.................... Queimam à toa.

PESSOAS-ESPELHO..................... Só se enxergam a si mesmas.

PESSOAS-ROMANCE.................... Vivem fora da realidade.

PESSOAS-CACHOEIRA................ Têm muita força, mas sem aproveitar.

PESSOAS-MARRECO.................... Gritam por qualquer coisa.

PESSOAS-BOMBA......................... Vivem enchendo.

PESSOAS-CARROÇA.................... Quanto mais vazias, mais barulho fazem.

PESSOAS-CAMPAINHA................. Chamam os outros, mas elas ficam de fora.

PESSOAS-ESCAVADEIRA............ Mexem muito, mas não constroem nada.

PESSOAS-CANO............................ Não aproveitam nada do que recebem.

PESSOAS-ESPINGARDA............... Vivem matando: vidas, famas, honras, almas...

PESSOAS-TROVÃO....................... Fazem muito barulho, mas quem faz o serviço é o raio.

PESSOAS-CANETA........................ Só fazem algo se alguém as movimenta.

PESSOAS-BALÃO.......................... Muito cheias de si, mas é só ar.

PESSOAS-NUVEM.......................... Inconstantes: mudam continuamente.

PESSOAS-FÓSFORO..................... Perdem a cabeça por qualquer atrito.

PESSOAS-VAGÃO......................... Sem iniciativa: só andam por onde os outros vão.

PESSOAS-MOLDURA.................... Esquecem que só valem pelo que têm dentro.

PESSOAS-GELADEIRA................. Entrar na deles é entrar numa fria.

PESSOAS-VIADUTO...................... Passam por cima de tudo e de todos.

PESSOAS-ANDOR......................... Só andam nos ombros de outras pessoas.

PESSOAS-CRUZ............................. Só servem para crucificar os demais.

PESSOAS-CELULAR..................... Não têm nada a dizer: só passam adiante o que outros falam.

PESSOAS-COMPUTADOR............ Só funcionam se forem programadas; não têm ideias próprias.

 

(Gerardo Cabada)