JOVEM

Alguém disse:
"A juventude
é uma coisa maravilhosa:
não deviam confiá-la
às crianças".

A criança pega
brinca, joga, quebra,
suja, rasga, fere,
ela mesma é brinquedo
que ao crescer
se deixa ficar
no baú das lembranças,
das saudades...

O ser humano
é sempre jovem:
os corpos ficam velhos,
velhos estojos
de eterna juventude.

Juventude
prata fina
na primavera da vida,
na flor da pele,
força, aventura, alegria,
amor, coragem, rebeldia,
generosidade, perdão...

Não seja criança com ela,
não brinque, não jogue,
não quebre, não suje,
não rasgue, não fira...

Não vá carregar pela vida
cacos e farrapos
de uma juventude
que virou

saudade...

G. Cabada