O HOMEM PERFEITO

O homem perfeito
é semelhante a Deus.
Embora chamejem,
os grandes pântanos
não o podem queimar.
Embora gelem,
os grandes rios
não o podem resfriar.
E ainda que o rápido raio
fenda as colinas
e a ventania uivante
sacuda o mar,
não o podem amedrontar.
Um homem assim
cavalga nuvens e névoas,
cavalga o sol e a lua,
e perambula além
dos quatro mares.
Mesmo a vida e a morte
não o podem afetar,
menos ainda, as regras
de lucro e de perda!

(Chuang-Tzu - Poeta chinês que viveu 300 anos antes de Cristo)