Faça como os passarinhos.

Comece o dia cantando!

A música é o alimento para o espírito.

Cante qualquer coisa, cante desafinado, mas cante!

Cantar dilata os pulmões e abre a alma
para tudo de bom que a vida tem para oferecer.

Se insistir em não cantar,
ao menos ouça muita música
e deixe-se absorver por ela.

 

Ria da vida.
Ria dos problemas. 
Ria de você mesmo.

Ria das coisas boas que lhe acontecem.

Ria das besteiras que fez.

Ria abertamente
para que todos possam se contagiar
com a sua alegria.

Não se deixe abater pelos problemas.

Se você se convencer de que está bem,
vai acabar acreditando e se sentindo bem.

 

O bom humor,
assim como o mau humor, é contagiante. 
Qual deles você escolhe?

Leia coisas positivas.
Leia bons livros, poesias,
pois a poesia é a arte de aceitar a alma.

Pratique algum esporte.
O peso da cabeça é muito grande

e tem que ser contrabalançado com alguma coisa.

Você certamente vai se sentir bem disposto,
mais animado e mais jovem.

 

Encare suas obrigações com satisfação. 
É maravilhoso quando se gosta do que se faz.

Ponha amor em tudo o que estiver ao seu alcance.

Quando for fazer alguma coisa,

mergulhe de cabeça.

Não viva emoções mornas,

próprias de pessoas mornas.

Não deixe as oportunidades que a vida oferece.

Elas não voltam.

Nenhuma barreira é intransponível

se você estiver disposto a lutar.

 

Não deixe que os problemas se acumulem. 
Resolva-os logo! Fale. Converse. Escute. Brigue.

O que mata é o silêncio e o rancor.

Exteriorize tudo,

deixe que as pessoas saibam

que você as estima, as ama, precisa delas,

principalmente em família.

Caixa de texto:

 Amar não é vergonha.

 

 (Autor desconhecido)