AMOR TROMBADINHA

Amor à primeira vista é batida!
Não de limão! Batida mesmo!
Acidente!...
Pode haver mortos e feridos
pode haver apenas o susto
alguns arranhões
taquicardia...
Amor à primeira vista
é um poste na calçada
quando a gente caminha
olhando para trás.
É um galo na testa
é um galo no coração!
É um olhar distraído
rolando, a espatifar-se
nuns olhos verde-mar.
É um sorriso colgate
mastigando corações.
É uma flecha de Cupido
que saiu pela culatra.
É uma matança de leucócitos
numa batida de corações...
É um amor-trombadinha!
Um botão que acende
uma luz que pisca
um flash pipocando
uma sirene em alerta...
É amor de cinema
é amor de novela
é o amor de meus sonhos...
Mas não é o amor
esse amor-trombadinha!
Sim. Talvez você já tenha passado por isso.
No ônibus, numa festa, na lanchonete.
No shopping, no cinema,
na escola, na excursão....
Um cruzamento de olhares...
A meiguice de um rosto...
Um toque de mãos...
E ficou a faísca
fulminando a imaginação
tomando conta de você
ofuscando todo o resto.
Uma ferida que coça
e que não deixas sarar
porque por ela
um amor-trombadinha
roubou seu coração...

G. Cabada