Um mineirinho com sérios problemas financeiros, vendeu, por R$ 100 uma mula para um fazendeiro, também mineiro, que concordou em receber o animal no dia seguinte. Entretanto, mo dia seguinte, o primeiro chegou e disse:

- Cumpadi, cê me discurpa mais a mula morreu.

- Morreu?

- Morreu.

- Intão me devorve o dinheiro.

- Ih...já gastei.

- Tudo?

- Tudin.

- Intão me traiz a mula.

- Morta?

- É, uai, ela num morreu?

- Morreu. Mais qui cê vai fazê com uma mula morta?

- Vou rifá.

- Rifá?

- É. Uai.

- A mula morta? Quem vai querê?

- É só num falá qui ela morreu.

- Intão tá bão. 

Um mês depois os dois se encontram, e o mineirinho que havia vendido a mula, pergunta:

- Ô cumpadi, e a mula morta?

- Rifei. Vendi 500 biete a 2 real cada. Faturei 998 real.

- Eita! I ninguém recramô?

- Só o homi qui ganhô.

- E o que cê feiz?

- Devorvi os 2 real prele.

(Autor Desconhecido)