Nesta altura da vida já não sei mais quem sou... 
Vejam só que dilema!!!


Na ficha da loja sou CLIENTE.

No restaurante: FREGUÊS.

Quando alugo uma casa: INQUILINO.

Na condução:  PASSAGEIRO.

Para os correios: REMETENTE.

No supermercado: CONSUMIDOR
Para a Receita Federal: CONTRIBUINTE.

Se vendo algo importado: CONTRABANDISTA.

Se revendo algo: MUAMBEIRO.

Se o carnê tá com o prazo vencido: INADIMPLENTE.

Se não pago imposto: SONEGADOR.

Para votar: ELEITOR.

Nos comícios: MASSA.

Nas viagens: TURISTA.

Na rua se vou caminhando: PEDESTRE.

Se sou atropelado: ACIDENTADO.

No hospital: PACIENTE.

Nos jornais viro: VÍTIMA.

Se compro um livro: LEITOR.

Se ouço rádio: OUVINTE.

Para o Ibope: ESPECTADOR.

Para o apresentador de televisão: TELESPECTADOR.

No campo de futebol: TORCEDOR
Se trabalho na ANATEL , sou COLABORADOR.

Quando morrer, uns dirão FINADO;

outros, DEFUNTO;

outros, EXTINTO;

o povão me chamará PRESUNTO.

Em certos círculos espiritualistas serei DESENCARNADO,

os evangélicos dirão que fui ARREBATADO...


E o pior de tudo é que, para todo governante,

sou apenas um IMBECIL !!!


E PENSAR QUE UM DIA JÁ FUI MAIS EU.

 

(Luiz Fernando Veríssimo)