PIADAS-10

     Trabalhando num navio de passageiros, um mágico fazia sempre as mesmas mágicas, pois a platéia era sempre diferente. O problema era que o comandante tinha um papagaio que via todos os espetáculos e tinha aprendido como o mágico fazia os truques.
     - Olhem! Está na cartola! - gritava o pássaro. Ou então: - Todas as cartas são ás de espadas!
     O público morria de rir, para raiva do mágico, que não podia fazer nada, pois era o papagaio de estimação do comandante.
     Certo dia, porém, o navio enfrentou uma forte tempestade e afundou. O mágico sobreviveu, agarrando-se a um pedaço de madeira, onde também se salvou o papagaio. Flutuaram à deriva durante vários dias, sem pronunciar uma palavra, até que finalmente o papagaio virou-se para o mágico e disse-lhe:
     - Está bem! Eu desisto!... O que você fez com o navio?



     O médico encontrou o rapaz e lhe disse:
     - Você não viverá mais de uma semana, se não parar de andar às voltas com mulheres!
     - Eu tenho uma saúde de ferro - respondeu o rapaz. - Isso não me faz mal algum!
     - Mas acontece que uma delas é minha esposa - respondeu o médico!


     - O senhor vai parar de beber cerveja. Durante um ano só vai beber leite.
     - Outra vez, doutor?
     - O quê?!... O senhor já fez esse tratamento?
     - Já! Durante os dois primeiros anos de minha vida.


     Um médico comenta com outro:
     - Sempre achei que uma soneca de vez em quando evita a velhice.
     - Concordo, colega, principalmente ao volante de uma carro.


     Um homem que ia ser pai, ligou para a maternidade e perguntou:
     - Queria saber notícias de minha mulher que está na sala de partos.
     - É o primeiro filho dela? - perguntou a enfermeira.
     - Não - respondeu o homem. - É o marido dela.


     Numa cidade do interior, um viajante, sem ter o que fazer, foi assistir às tradicionais brigas de galo. Por não entender do assunto, pediu ajuda a um homem ao seu lado:
     - Por favor, qual é o galo bom, o branco ou o vermelho?
     - O galo bão é o branco.
     O viajante, mais que depressa, apostou tudo no branco. Em 30 segundos o galo vermelho arrebentou o galo branco. O viajante reclamou:
     - Puxa! Eu perguntei qual era o favorito e você me falou que era o branco.
     - Não sinhô. O sinhô perguntou qual era o galo bão. E o galo bão é o branco. Se o sinhô tivesse perguntado qual era o marvado...

 

PARA MAIS PIADAS

SIGA ESTA FLECHA