O Cacique Touro Bravo estava indo de trem para a cidade para assinar um Tratado de Paz com o homem branco. Viajavam ele e seu ajudante Falcão Roxo.

 

De repente o Cacique vira-se para seu ajudante e lhe diz:

- Falcão Roxo, Cacique Touro Bravo está com sede. Vá buscar água.

 

Falcão Roxo pegou um copo, foi até a toalete do vagão e voltou com o copo cheio de água. O Cacique bebeu até a última gota.

 

Mais meia hora, o Cacique vira-se de novo para o ajudante:

- Cacique ter mais sede!

 

Falcão Roxo levanta-se, vai ao reservado e volta com o copo cheio.

 

Meia hora depois, mais sede. Falcão Roxo vai e volta com a água.

 

Lá pela sétima vez, Falcão Roxo volta da toalete com o copo vazio.

 

- Que aconteceu? - pergunta Touro Bravo. - A água acabou?

- Não - responde Falcão Roxo. - Tem um homem branco sentado no poço!

 

(Ziraldo)