Um motoqueiro estava a 140 km por hora, numa uma estrada, e, de repente, PA!!!... bateu num passarinho que atravessava a estrada voando, não conseguindo desviar-se.

 

Pelo retrovisor, o cara ainda viu o bichinho dando várias piruetas no asfalto até ficar estendido.

 

Não contendo o remorso ecológico, ele parou a moto e voltou para socorrer o bichinho.

 

O passarinho estava lá, inconsciente, quase morto. Era tal a angústia do motoqueiro que ele pegou o pequeno pássaro, levou-o ao veterinário, foi tratado e medicado, comprou uma gaiolinha e o levou para casa, tendo o cuidado de deixar um pouquinho de pão e água para o acidentado.

 

No dia seguinte, o passarinho recuperou a consciência.

Ao despertar, vendo-se preso, cercado por grades, com o pedaço de pão e a vasilha de água no canto, o passarinho pôs as asas na cabeça e gritou:

- Caramba!!! Matei o motoqueiro!!!

 

 (Autor desconhecido)