O mineirinho chegou numa cidadezinha do interior com um jumentinho e tinha uma placa de "tô vendendo" no pescoço do bicho.

O fazendeiro que morava na cidade e estava no bar tomando cerveja com uns amigos diz:

- Tô mesmo precisando de um burro. Vou comprar desse caipira aí, mas eu vou comprar pela metade do preço, quer ver só? Eu vou encher a cara dele de cerveja e ele vai me vender pela metade de preço.

 

Assim que o caipira entrou no bar o cara perguntou:

- Tá vendendo o burro?

- Tô sim sinhô.

- E quanto você quer por ele?

- Duzentos contos.

- Tudo bem, depois a gente discute o preço. Aceita uma cerveja?

- Aceito sim sinhô.

 

E aí tomaram a primeira, depois o cara pergunta:

- Mais uma?

- Mais uma, sim sinhô.

E assim tomaram a segunda, a terceira, até a décima. A certa altura o cara que queria comprar o burro cochichou no ouvido do amigo:

- Tá na hora. Quer ver como eu compro o burro pela metade do preço?

 

E aí se virou para o caipira e perguntou:

- Por quanto mesmo você quer vender o burro?

Mas pra surpresa geral ele diz:

- Num quero mais vendê o burro não sinhô.

- Por que não? - Perguntaram todos espantados.

- É que eu só queria vender o burro causa de que eu tava cum uma vontade danada de tomar umas cervejas!!!