Um marido queixava-se a Deus:

- Meu Deus, tem compaixão de mim! Olhe como trabalho! Porém, minha mulher, fica em casa, na maior tranqüilidade... Eu daria qualquer coisa para que fizesse um milagre e convertesse minha mulher em mim, e eu em minha mulher, para que ela percebesse como é trabalhosa a vida de um homem!...

Deus escutou o marido, e movido pela sua infinita misericórdia, concedeu-lhe o milagre.

 

No primeiro dia, de manhã, a nova mulher corre para levantar as crianças para que se arrumem depressa. Prepara o café da manhã, põe a roupa na lavadeira, saca do frízer a carne para o almoço e sai disparada para levar os filhos à escola. Na volta passa pelo posto de gasolina, vai ao banco, desconta um cheque, paga o telefone e a luz, recolhe a roupa na costureira, faz as compras no supermercado e chega em casa quase sem tempo para preparar o almoço.

 

Enquanto cozinha o almoço, vai arrumar as camas, tira a roupa da lavadeira e a põe a secar, coloca outra roupa na lavadeira,  vai ver como está o almoço, mexe nas panelas, coloca os pratos na mesa, vai arejar os quartos, atende um telefonema da sogra, vai correndo à escola para trazer os filhos, discute com eles, dá-lhes de comer, lava os pratos, estende a roupa a secar nas cadeiras porque começou a chover muito forte, vai olhar se as crianças estão fazendo os deveres de casa, passa a roupa, enquanto com o cantinho do olho tenta ver um programa de televisão. Larga o ferro e volta para a cozinha para preparar a ceia, briga com as crianças para que tomem banho rapidamente, dá outra olhada na cozinha, passa mais uma peça de roupa, grita mais uma vez com as crianças....

 

Às nove da noite, a nova mulher, estava completamente esgotada, desejando apenas ir para a cama, descansar, dormir até não poder mais. Mas o novo homem chegou resmungando por causa do muito trabalho, porque a ceia já estava fria, porque "ela" não fazia nada, estava à toa o dia inteiro...

No dia seguinte voltou a rezar a Deus:

- Senhor! Não sei em que estava pensando quando lhe pedi o milagre. Peço que me devolva minha condição de homem... por favoooooor!!!!

Então ouviu a amorosa resposta de Deus:

- Com certeza, meu filho. Mas só daqui a nove meses, porque ontem à noite você ficou grávido!

(Autor desconhecido)