Um bbado chega sua casa e toca a campainha.

Logo a seguir chega mais outro, mais bbado ainda e implica com o primeiro:

- Poxa! Essa casa minha!!!...

- Que nada! - responde o outro. - Eu que moro aqui desde que nasci.

 

O outro no cede e grita:

- Deixa de palhaada!... No t bbado, no!!!... Eu moro aqui faz 23 anos!!!

- Eu que moro aqui, seu mentiroso!!!

 

O segundo bbado, quase sem conseguir ficar de p, coloca-se diante do outro e o ameaa:

- Ns vamos ter que brigar, seu velho rabugento!!!

- Ta pensando o qu, seu moleque? J te disse sou eu quem mora nesta porcaria de casa...

 

E assim ficaram batendo boca durante um tempo, at que uma mulher abre a porta e diz:

- Muito bonito, hein! Pai e filho, bbados, discutindo na porta da casa!...

 

 

(Autor desconhecido) 

(Texto enviado por MIGUEL GERMANO)