O BEBÊ E A EMPRESA

Um bebê foi encontrado na porta de uma empresa ao amanhecer, quando os empregados estavam chegando. Alimentaram o bebê e o apresentaram ao Diretor para saber o que deveriam fazer com ele.

O Diretor emitiu o seguinte COMUNICADO:

De: Diretor. 

Para: Recursos Humanos.

Acusamos recibo de um recém nascido de origem desconhecida. Formem uma comissão para investigar e determinar:

1o Se o bebê é produto da empresa.

2o Se algum empregado está envolvido no assunto.

Assinado: O Diretor.

*   *   *

Depois de um mês de investigações, a Comissão enviou ao Diretor a seguinte Comunicação Interna:

De: A Comissão de Investigação.

Para: O Diretor.

Depois de quatro semanas de diligente investigação, concluímos que o bebê, não pode ser produto desta empresa, pelos seguintes motivos:

1o Em nossa empresa nunca foi feito nada com prazer ou com amor

2o Em nossa empresa nunca duas pessoas colaboraram tão intimamente entre si

3o Aqui nunca foi feito nada que tivesse pés nem cabeça

4o Em nossa empresa nunca aconteceu que alguma coisa ficasse pronta em nove meses.

Assinado: A Comissão de investigação.

(Autor desconhecido)