Este artigo foi tirado do jornal

  THEROSOPOLITANO (de Teresópolis)     

do ano 1912. Daí, a ortografia da época.

 


As noivas escolhem noivos da seguinte maneira:

 

Aos quinze annos, vêem se está bem vestido e si tem muitos pares de sapatos.

 

Aos dezoito annos, querem moço alegre, divertido e que saiba assobiar e dançar.

 

Aos vinte perguntam, si é forte e intelligente.

 

Aos vinte e três, perguntam se tem meios de vida e quaes são elles.

 

Aos vinte e cinco querem um homem grave e sério.

 

Aos vinte e seis fecham os olhos e o que vier está nas unhas; o que cahe na rede é peixe.

 

Dos vinte e sete em diante desesperam e como já perderam as esperanças, procuram desmanchar os casamentos das outras

 

 

(Colaboração de JOSÉ FERNANDES DE OLIVEIRA)