Conhece esta frase?
"Se você ama alguém, deixe-o ir;

se voltar, é seu; se não voltar, nunca foi seu".

Veja, agora, esta frase dita por pessoas de diferentes temperamentos:
 

PESSIMISTA:
"Se você ama alguém, deixe-o ir;

se, como era de esperar, não voltar, nunca foi seu".

 

OTIMISTA:
"Se você ama alguém, deixe-o ir;

e não se preocupe, pois certamente voltará"

 

DESCONFIADO:
"Se você ama alguém, deixe-o ir;

e se, por acaso voltar, pergunte-lhe por que voltou?"

 

IMPACIENTE:
"Se você ama alguém, deixe-o ir;

se não voltar nas próximas duas horas, chame a polícia".

 

PACIENTE:
"Se você ama alguém, deixe-o ir;

se não voltar, fique à vontade e continue esperando

por toda a eternidade, pois algum dia voltará ".

 

BRINCALHÃO:
"Se você ama alguém, deixe-o ir;

se voltar e ainda o ama, deixe-o ir outra vez,

e outra vez, e outra vez... e assim por diante ".

 

VINGATIVO:
"Se você ama alguém, deixe-o ir;

se não voltar, vá atrás dele e dê-lhe um tiro".

 

ADVOGADO:
"Se você ama alguém, deixe-o ir;

procure no Código Penal o capítulo sobre abandono do lar por parte de um dos cônjuges".

                                                                                                    

MATEMÁTICO:
"Se você ama alguém, deixe-o ir;

se ele o ama, as probabilidades de que volte são de 86,5 por cento; se não o ama, seu relacionamento com ele caem no campo do improvável, com uma margem de erro de 3 por cento".

 

POSSESSIVO:
"Se você ama alguém, não o deixe ir".

 

PSICANALISTA:
"Se você ama alguém, deixe-o ir;

se voltar, é porque seu ego é muito dominante;

se não quer ir embora, deve estar louco ".

 

SONÂMBULO:
"Se você ama alguém, deixe-o ir;

se voltar, é um pesadelo;

se não voltar, você deve estar sonhando"