A LOIRA

Numa viagem aérea, um advogado e uma loira viajam em duas poltronas contíguas. Tratando-se de uma longa viagem, o advogado pergunta à loira se gostaria de fazer um jogo muito interessante. A loira responde que está muito cansada e que quer relaxar um pouco. Depois vira-se para a janela em busca de tranqüilidade.

O advogado insiste:

- É um jogo muito fácil e gostoso: eu faço-lhe uma pergunta e se você não sabe a resposta, você me paga 10 reais. Depois você me pergunta e se eu não souber a resposta eu pago-lhe 10 reais.

Mais uma vez, a loira, muito diplomaticamente, não aceita o convite e tenta dormir. Mas o advogado, bastante chato, não desiste, e, pensando que sendo ela uma loira poderá ganhar facilmente, decide melhorar a oferta:

- Está bem. E se você me paga apenas 10 reais e eu lhe pago 100 reais se não souber a resposta?

A loira, querendo acabar de uma vez com a insistência do advogado e seduzida pela vantagem oferecida, aceita o jogo. O advogado faz, então, a primeira pergunta:

- Qual é a distância entre a terra e a lua?

A loira não diz nada. Abre sua carteirinha, tira 10 reais e os entrega ao advogado. Agora é a vez da loira perguntar:

- O que é que sobe à montanha com três pernas e desce com quatro?

O advogado olha para ela, perplexo. Abre seu computador portátil e acede a um motor de busca. Rasteia por toda a Internet, manda e-mails a todos seus amigos, consulta bibliotecas... Nada! Depois de mais de uma hora pesquisando, sem encontrar nenhuma resposta, furioso, acaba desistindo. Acorda a loira e lhe entrega uma nota de 100 reais. A loira pega suavemente a nota, guarda-a e vira-se para continuar dormindo. Então, o advogado revoltado, pergunta-lhe:

- Qual é a resposta?

Novamente, sem dizer nada, a loira abre a carteirinha, dá uma nota de 10 reais ao advogado, e fecha os olhos para dormir.

(Autor desconhecido)