Era uma vez um navio a vapor, pesado, desajeitado, que parecia impróprio para continuar navegando. Toda vez que chegava ao porto batia noutro barco ou nas docas ou nas sinalizações. Um desastre!

 

Um certo dia, quando se aproximava e todos observavam para ver que tipo de estrago faria, ele passou suavemente, deslizando sobre as águas, sem que nada de anormal fosse visto.

 

Um dos expectadores gritou:

- O que houve com o navio? Alguma coisa aconteceu!

 

Um dos membros da tripulação, respondeu:

- É o mesmo navio de sempre, mas temos um novo capitão.

 

(Autor desconhecido)

 

 ***   ***   ***

 

Será que “seu navio”

também precisa de um novo capitão,

para não viver esbarrando e batendo e brigando

com quem navega a seu lado?...