Estava um pintor lá no alto de um andaime retocando umas pinturas no forro da igreja, quando entra uma velhinha, que se ajoelha no primeiro banco e começa a rezar.

 

O pintor, quase invisível, decide passar um trote na velhinha:

- Psiu!... Psiu!... Sou Jesus! ...

 

A velhinha continua imóvel.

 

- Escute!... Sou Jesus!... Eu desci à terra para ouvir as suas preces...

 

A velhinha, nada!

 

- Psiu!... Sou Jesus Cristo... Filho de Deus...

 

A velhinha só rezando...

 

- Mas, mulher, eu estou me aparecendo a você e você...

- Jesus, quer calar essa boca? - reclama a velhinha. - Eu vim falar com sua mãe!!!

 

(Autor desconhecido)