Conta uma lenda popular do Oriente que um jovem chegou à beira de um oásis junto a um povoado e aproximando-se de um velho, perguntou-lhe :

- Que tipo de pessoa vive nesse lugar?

 

O velho pensou um pouco e antes de responder, perguntou-lhe:

- Que tipo de pessoa vivia no lugar de onde você vem?

O rapaz sem precisar pensar respondeu-lhe informando que no local de onde vinha só viviam pessoas perversas, más, egoístas e desonestas, e por isso mesmo encontrava-se bastante satisfeito de haver saído de lá.

O velho pensou mais um pouco, sorriu docemente e respondeu-lhe:

- É o que você haverá de encontrar por aqui!

 

No mesmo dia, um outro jovem se aproximou do oásis para beber água e vendo o ancião perguntou-lhe:

- Que tipo de pessoa vive nesse lugar?

O velho novamente pensou um pouco e antes de responder, perguntou-lhe:

- Que tipo de pessoa vivia no lugar de onde você vem?

O rapaz, alegremente, como se recordasse bons momentos, respondeu que seus companheiros eram pessoas magníficas, amigas, honestas, hospitaleiras e que por isso mesmo, sentia tanto ter de deixá-los.

O ancião sorriu docemente, olhou profundamente para o jovem e respondeu-lhe :

- É o que haverá de encontrar por aqui!

 

Um homem que havia escutado as duas conversas perguntou:

- Como é possível dar respostas tão diferentes à mesma pergunta?

E mais uma vez o mestre respondeu :

- Cada um carrega no seu coração o que vai encontrar. Aquele que nada encontrou de bom nos lugares por onde passou, provavelmente não encontrará outra coisa por aqui.

 

(Lenda oriental)