Certo dia, um famoso empresário chamou ao seu palacete o mestre Murak, homem sábio e muito conhecido. Pretendia manter com ele uma conversa informal para afastar o estresse e a tensão do trabalho administrativo.

 A certa altura da conversa, o empresário comentou que Murak parecia um grande porco faminto procurando comida.

 - E você, excelência - respondeu Murak - parece um sábio mestre meditando, sobre o pico mais elevado de uma montanha.

O empresário ficou surpreso com a resposta de Murak e comentou:

- Comparei você a um porco, e você me compara a um sábio?

- É que para um porco tudo que vê é porco, excelência, e para um sábio tudo que vê é sábio.

(Adaptação de uma parábola oriental)