Um fazendeiro, novo na região, chega à beira do rio com sua criação de vacas e pergunta ao menino que está  pescando sentado ao lado do rio:

- Esse rio é fundo, menino?

O menino responde:

- Bom, a criação do meu pai passa com a água no peito…

 

Então, o fazendeiro passa sua criação e, lá pelo meio do rio, todas as vacas se afogam. Desesperado, ele volta-se para o menino:

- Seu moleque, sem vergonha, mentiroso! Seu pai cria o quê?

- Patos…

 

(Autor desconhecido)