O relojoeiro ia consertar o pêndulo de um relógio quando, para sua surpresa, ouviu o pêndulo falar.

- Por favor, senhor, deixe-me em paz - implorou o pêndulo. - Será um ato de bondade de sua parte. Pense no número de vezes que terei de tiquetaquear dia e noite. Tantas vezes por minuto, sessenta minutos por hora, vinte e quatro horas por dia, trezentos e sessenta e cinco dias por ano. Ano após ano... milhões de tique-taques. Eu não agüentaria.

 Mas o relojoeiro respondeu sabiamente:

- Não pense no futuro. Faça apenas um tique-taque por vez e desfrutará cada um deles, o resto da vida.

 E foi exatamente isso que o pêndulo decidiu fazer. E continua a tiquetaquear com alegria.

(Parábola oriental)

 ***   ***   ***

"Carpe Diem": cuide de um dia de cada vez. De uma hora, de um minuto... Não se engasgue com tudo ao mesmo tempo.

"Suficit diei malitia sua": basta a cada dia seu trabalho: não lhe acrescente mais do que comporta!