Conta uma lenda que uma fada perdeu pelo caminho uma pedra encantada, a Pedra da Felicidade. Apressada como estava, resolveu seguir seu caminho e mais tarde através da sua magia, descobriu que a Pedra havia sido encontrada por um rapaz muito pobre que a levou para casa. Ao ver a casa do rapaz, a fada achou que a Pedra da Felicidade poderia ficar com o rapaz haja visto a sua situação muito humilde.

 

Então nessa noite ela apareceu no sonho do rapaz e explicou-lhe que aquela Pedra que ele havia achado era a Pedra da Felicidade e que ele poderia fazer 3 pedidos para pessoas que realmente necessitassem: para uma pessoa poderia pedir prosperidade, para outra pessoa pediria saúde e para outra, felicidade...

 

Ao acordar o rapaz lembrou-se do sonho e ficou extremamente irritado:

- Como pode ser isso? Eu encontro a  Pedra da Felicidade e tenho que passar os pedidos para os outros... Não meu Deus ...não é possível!

Com raiva, pegou a pedra na mão e esfregou-a, fazendo pedidos de dinheiro, riqueza, e nada. Mais nervoso, pegou a Pedra e jogou-a numa gaveta.

 

Os anos passaram... passaram... e encontramos o nosso jovem de outrora, transformado em um senhor idoso, morando naquele casebre miserável. Não havia se casado, pois sua rabugice espantava as pretendentes, tinha pouquíssimos amigos, haja visto sua mesquinhez. Então numa noite lembrou-se da Pedra da Felicidade e, encontrou-a largada na gaveta.

 

Pensou que, já que estava no fim da vida poderia pelo menos ajudar a alguém, e saiu pela vila. Logo na entrada da cidade encontrou uma família miserável esmolando pelas ruas. Ficou penalizado de ver as crianças com descalças e cara de fome... chamou a senhora que os acompanhava e falou:

- Quero te dar uma fortuna para que nunca mais sofras da miséria.

 

Esfregando a Pedra, a senhora recebeu ouro suficiente para levar uma vida de rainha. Sem saber como agradecer, a senhora partiu para comprar uma casa e finalmente dar conforto aos filhos.

 

Logo à frente, nosso velhinho encontra uma mulher chorando e perguntou o que estava acontecendo. Ela respondeu que seu único filho estava morrendo de uma doença que nenhum médico conseguiu identificar. Ele pediu então para a mulher segurar a Pedra e pedir saúde para seu filho. E em poucos minutos o menino apareceu à porta milagrosamente curado. A mulher não sabia mais como agradecer o milagre.

 

Ele continuou sua caminhada e encontrou um orfanato miserável e entrou para ver se podia ajudar. Imediatamente esfregou a Pedra da Felicidade e o casebre do orfanato transformou-se numa linda casa. Os quartos ganharam camas novas, as crianças, brinquedos e roupas, e tudo foi inundado de felicidade. As crianças o cercaram, cantaram para ele, beijaram-no e pela primeira vez em muitos anos ele chorou de felicidade.

 

A fada novamente apareceu e perguntou:

- Por que não usaste antes a Pedra?

- Por causa do meu egoísmo, perdi a chance de fazer tantas pessoas felizes e até de melhorar minha vida... Meu desejo nesse momento é que eu possa esquecer toda essa história, para tentar ao menos ser um pouco feliz.

- Há maior prazer em dar do que receber - disse a fada e fez um aceno com a varinha.

Então, ele se esqueceu de tudo.

 

(Autor desconhecido)