JOGRAL

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

São 5 personagens, (numerados de 1 a 5).

Colocam-se em fila, seguindo a ordem numérica

e não mudam de lugar durante a representação

As falas devem ser recitadas,

com a entonação e o sentimento adequado ao conteúdo das frases.

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

 

 

1.- Que bagunça é essa que está havendo na cidade?

2.- Bagunça? Que bagunça?

1.- Bagunça... esse pessoal todo que está nas ruas...

3.- É que hoje é sexta feira santa.

1.- Uai! E na sexta feira santa pode-se fazer bagunça?

4.- Mas você é burro mesmo!

1.- Olha o respeito!

4.- Você não sabe mesmo o que está acontecendo?

5.- Deve estar brincando.

1.- Então, me expliquem!

2.- Isso que você chama bagunça, é o pessoal que vai para a igreja...

1.- Vão fazer bagunça na igreja?

4.- Não vou chamar você burro de novo, por... respeito, viu!

3.- O pessoal está indo para a igreja para as celebrações da Semana Santa.

5.- Você sabe o que é a Semana Santa?

1.- Claro que sei!

3.- Então já sabe que estamos lembrando os últimos dias de vida de Jesus.

1.- Ah! É isso?

3.- Lógico!

2.- A primeira coisa que lembramos foi a chegada a Jerusalém, no domingo passado...

1.- Só uma coisa. Pra que tantos ramos? Eu levei um galho de coqueiro...

3.- É que Jesus foi recebido com muita festa na cidade de Jerusalém. Naquela época era costume levar  ramos de arvore e agitá-los na passagem das pessoas festejadas.

4.- Também jogavam roupa no chão para que as pessoas festejadas não pisassem no chão.

5.- Assim entrou Jesus em Jerusalém, cavalgando num jumento.

4.- Todo o povo gritando, batendo palmas, e fazendo muita festa.

2.- Foi demais.

5.- Mas... Tinha um pessoal nas ruas morrendo de inveja.

1.- Isso eu sei: os fariseus!

5.- Parabéns! Eram os fariseus, mesmo.

4.- Morriam de inveja  e decidiram que era melhor matar Jesus.

1.- O quê? Matar Jesus? Eu pego esses fariseus!!!

3.- Calma, calma! Isso aconteceu já faz muitíssimos anos...

1.- Não sobrou um fariseu por aí...

3.- Claro que não. Já morreram todos.

1.- Sorte deles! E depois, o que aconteceu?

5.- Isso foi no domingo. Na quinta feira, começava a festa da Páscoa dos judeus.

4.- À noite eles comiam a Ceia Pascal.

1.- Já sei! Ovos de chocolate, coelhinhos de páscoa e coisas assim...

2.- Nada disso! Eles comiam o cordeiro pascal!

1.- Que era feito de chocolate!

4.- Se você continuar falando besteiras, vou chamar você de burro, outra vez!

1.- Quer dizer que não era de chocolate?

4.- Não. Era de carne e osso mesmo!

1.- Tá bom! A gente está aqui pra aprender.

3.- A ceia daquela festa era especial. Queria recordar o que sofreram quando eles eram emigrantes no Egito e como foram salvos por Moisés.

1.- Esse eu sei quem é. O mocinho do filme dos dez mandamentos...

4.- Você poderia fazer o favor de ficar sem falar nada durante uns 10 minutos?

1.- (Não fala nada: só prende os lábios com os dedos como se fosse um pregador de roupa)

2.- Ótimo! Naquela Ceia foi que Jesus inventou a Eucaristia.

3.- Inventou?

2.- É! Inventou, criou... É que não consigo falar direito "ins... ti... tuiu"

4.- Nós comungamos nas missas só porque Jesus instituiu a eucaristia.

5.- Essa foi a grande coisa que aconteceu naquela noite!

2.- Também ins...ti...tu...iu o lava-pés!

3.- O lava-pés não foi instituído. Quem lavava os pés dos amos eram os escravos.

4.- Mas desta vez foi Jesus, que era o chefe, quem lavou os pés dos discípulos...

5.- (Olhando para o 1) Pois é! Essa bagunça que você dizia, não era bagunça. Era o povo que ia pra igreja lembrar tudo isso que nós acabamos de dizer.

1.- (Que já não agüenta mais) Já posso falar?

4.- Ainda não. Segura mais um pouco!

5.- O pior foi o que veio depois.

2.- O Judas, que era um dos discípulos de Jesus, saiu mais cedo da casa e foi contar aos fariseus que Jesus ia rezar no Monte das Oliveiras e que lá podiam prendê-lo.

3.- Depois da festa, saíram todos com Jesus e foram para o tal monte. Era bem de noite. Os discípulos, morrendo de sono, deitaram-se na grama, debaixo das árvores, e caíram no sono.

4.- Jesus, não. Ele foi rezar antes de dormir.

5.- Oração brava! Suou até mesmo sangue!

3.- Pois é! Ele sabia o que ia acontecer-lhe naquela mesma noite e no dia seguinte.

2.- Naquela mesma noite chegou uma cambada de soldados romanos e de fariseus e prenderam Jesus, como se fosse um criminoso!

1.- Agora eu vou falar!!! Porque eu quero saber o que fizeram os discípulos.

4.- Nada! O que podiam fazer contra tanto soldado armado de espadas, flechas, lanças, escudos, e outros muitos mais trecos de guerra.

5.- Pedro, que era como o líder dos discípulos, atacou com a espada, mas o máximo que conseguiu foi acertar num soldando e cortar-lhe uma orelha.

1.- Só?

3.- O pior é que Jesus curou a orelha do soldado ferido e passou um pito em Pedro.

2.- Depois dessa, todos os discípulos deram no pé e se mandaram pra longe.

4.- Só Pedro e João, escondidos como coelhos assustados, foram mais tarde ver o que tinha acontecido a Jesus...

5.- O medo é livre!

2.- Imaginem, nós, no lugar dos discípulos...

3.- Numa noite escura, rodeados de soldados armados...

4.- No meio de bandidos dispostos a arrancar as nossas peles...

5.- Até que Pedro foi corajoso...

2.- E João também, indo de noite ao lugar onde prenderam Jesus...

3.- Foi uma noite brava!

1.- Se eu estivesse lá, pegava uma metralhadora e...

4.- Metralhadora?

2.- Naquela época ainda não existiam  metralhadoras, seu...

4.- É melhor voltar a ficar calado!

3.- Pois é... Foi uma noite brava e dolorosa!

2.- O que fizeram com Jesus, nem os animais selvagem fariam!

5.- Cuspiram na cara dele...

4.- Encheram de tapas...

3.- Colocaram-lhe uma coroa de espinhos...

2.- Pior que arame farpado...

5.- Bateram nele com açoites cheios de ferrinhos nas pontas...

4.- Correu sangue por todo o corpo de Jesus!

3.- E no fim os tais fariseus exigiram ao povo que pedissem aos romanos que O matassem!

1.- Eu não quero ouvir mais. Tudo isso é uma covardia...

2.- É mesmo! Covardia das bravas!

5.- Daí por diante ainda foi pior!

1.- Pior?

4.- É! Pior!

3.- Muito pior! Nem quero recordar!

2.- Mas eu quero recordar, porque recordar é agradecer o que Jesus sofreu por nós...

1.- Eu ouvi falar de uma mãe que foi morta por um cachorro bravo ao defender seu filhinho que ia ser atacado pelo cachorro...

5.- Jesus fez a mesma coisa por nós e morreu no nosso lugar...

4.- Temos muito mesmo que agradecer...

1.- Que aconteceu depois?

2.- Condenaram-no à morte!

4.- Mesmo sabendo que Ele era bom para com todos.

5.- Foi a tal inveja dos fariseus que provocou tudo!

3.- Imaginem vocês, Jesus, com o corpo moído de golpes carregando uma cruz pesada...

2.- Por isso escorregou e caiu várias vezes.

4.- E sua mãe vendo tudo e sem poder fazer nada!

5.- E assim, caminhando, escorregando, caindo, sem fôlego, meio morto, até chegar ao alto do morro onde iam matá-lo!

2.- Nem quero pensar nisso!

1.- Pois eu quero pensar nisso...

2.- Por que?

1.- Porque pensando no que Jesus sofreu pra me salvar, eu vou comportar-me direito e vou ajudar a salvar as pessoas que precisarem de minha ajuda.

2.- Você está certo!

3.- Concordo! Não quero que Jesus tenha sofrido tanto à toa!

4.- Se depender de mim, eu vou vingá-lo!

5.- Vingá-lo, como?

4.- A melhor maneira de vingá-lo é fazer o bem como ele fez e que se danem todos esses fariseus que andam pelo mundo afora!

1.- Ainda há fariseus por aí? Onde, onde?

5.- São de outra raça, mas ainda há!

3.- O que me deixa feliz é que Jesus acabou ressuscitando. Foi como ganhar de virada!

2.- É isso ai! Ganhou de virada! Os fariseus devem ter morrido de raiva!

4.- Já contavam com a vitória e nos descontos, paf!!!, Jesus virou o jogo!

1.- É por isso que eu sou torcedor de Jesus. (Começa a pular) Já ganhou, já ganhou!!!...

5.- (Entusiasmado) Eu também sou do time de Jesus!!!

3.- Eu também!!!

2.- E eu sou torcedor fanático!

4.- Então... VIVA JESUS!

TODOS: VIVA JESUS!!!!!!

 

 

F I M

 

(Gerardo Cabada)