O mestre sentou-se com os discípulos na platéia.

 

Disse ele:

 - Vocês já ouviram muitas orações e já disseram muitas. Esta noite gostaria que vissem uma oração.

 

Neste momento, abriu-se a cortina e o balé começou.

 

(Antony de Mello em "O enigma do iluminado")