Dois internos de uma instituição para surdos-mudos tiveram uma briga.

 Quando um funcionário veio esclarecer as coisas entre eles, encontrou um dos homens de pé, de costas para o outro e sacudindo-se de tanto rir.

 - Qual é a graça? Por que seu parceiro parece tão zangado? - perguntou o funcionário, falando com as mãos.

 - Porque - respondeu o mudo, também com as mãos - ele quer me xingar, mas eu me recuso a olhar!

 

(Antony de Mello)

                                                 ***   ***   ***                                    

Se alguém o quiser ofender,

não olhe, não escute, não ligue!