O cacique estava triste. Ele amava igualmente a duas irmãs gêmeas, iguais em tudo.

 

Como não conseguia optar por uma delas, resolveu fazer uma competição de arco e flecha e a vencedora casou com o cacique.

 

Muito justo! Ou será que não foi justo?... A que acertou no alvo estava muito tranquila, controlada, dona de si mesma. A que amava o cacique profundamente, ficou com os olhos marejados, tremeu na hora de disparar e... errou o alvo.

 

Quer dizer, então, que, para quem souber ver, sentir e analisar, a perdedora provou amar mais o cacique que a ganhadora.

 

Será?... Poderiam ser duas personalidades diferentes. Duas maneiras distintas. Duas formas de amar: será que o descontrole de uma revela mais amor que o controle e a decisão da outra?...

 (Pedro Bloch em "Você tem personalidade?")