Numa época em que os sorvetes não tinham os preços de hoje, um menino de 10 anos entrou numa lanchonete, sentou-se a uma mesa e perguntou à garçonete que chegou ao seu lado:

- Quanto custa um sorvete?

- 50 centavos - respondeu a moça.

 

O menino tirou as moedas do bolso e começou a contá-las bem devagar para não errar.

- Quanto custa o sorvete mais barato?

 

A essa altura, já havia mais pessoas esperando, e a garçonete estava perdendo a paciência.

- 35 centavos - respondeu ela, de maneira brusca.

 

O menino, mais uma vez, contou as moedas e disse:

- Eu vou querer, então, o sorvete de 35 centavos.

 

A garçonete trouxe o sorvete e a conta, colocou na mesa e foi atender outros fregueses.

 

O menino acabou o sorvete, pagou a conta no caixa e saiu.

 

Quando a garçonete voltou, para limpar a mesa, sentiu um arrepio e começou a chorar. Num pratinho o garoto tinha deixado 15 centavos. Ele tinha pedido o sorvete mais barato para que sobrasse uma gorjeta para ela. E ela tinha sido tão sem paciência com ele!

 

(Autor desconhecido)