MENINA DE RUA

Eu vi uma menina na rua, tremendo de frio, vestindo apenas um tecido muito fino, esperando que alguém lhe desse uma refeição decente. Fiquei com raiva e disse a Deus:

- Como é que permitis tal situação? Por que não fazeis alguma coisa por esta menina?

Deus não me respondeu nada naquele momento; mas à noite Ele me disse inesperadamente:

- Eu, certamente, já fiz alguma coisa por aquela menina: Eu criei você!

(Antony de Mello)