Viajando no trem, um senhor bastante distinto ofereceu ao caipira sentado ao seu lado:

- O senhor aceita uma maçã?

- Nhor, sim!

Depois de algum tempo:

- Aceita um queijinho?

- Nhor, sim!

Passa o homem do café, vendendo café e bolinhos.

- Vou tomar um café. Quer também?

- Nhor, sim!

 

O caipira comeu maçã, queijo, tomou café, avançou nos bolinhos, tudo à custa do outro. Terminada a pequena refeição, o homem ofereceu cigarros ao caipira, que também aceitou. Procurou fósforos nos bolsos e, vendo que não tinha, dirigiu-se ao caipira:

- O senhor tem fósforos aí?

 

Ao que o caipira respondeu:

- Eu logo vi que tanta amabilidade era por interesse!

 

(Autor desconhecido)