A ESPOSA DE DEUS

Um menino de 10 anos, descalço e tremendo de frio, olhava fixamente para a vitrine de uma sapataria, apoiando o dedo no vidro, como se estivesse apontando para alguma coisa. Uma senhora, que o viu, aproximou-se do menino e lhe perguntou:

- O que é que você está olhando com tanto interesse aí dentro?

- Estava pedindo a Deus que me desse um par de sapatos, pois tenho muito frio nos pés.

A senhora pegou a criança pela mão e entrou com ela na sapataria. Pediu ao empregado meia dúzia de meias para o menino. Perguntou-lhe também se podia emprestar-lhe uma bacia com água e sabão e uma toalha. O empregado levou os dois para o fundo da loja e entregou o pedido à senhora. Depois retirou-se. A senhora tirou as luvas, lavou os pés do menino e secou-os com a toalha.

O empregado chegou, pouco depois, trazendo as meias e ela calçou dois pares nos pés do menino para aquecê-los. Depois comprou-lhe um par de sapatos e calçou-o. Pediu ao empregado que lhe embrulhasse o resto das meias e entregou-as ao menino. Pagou e dirigiu-se à porta da loja com o menino.

- Bem, agora, você deve estar com os pés mais quentes - disse enquanto lhe acariciava a cabeça.

Despediu-se e saiu caminhando pela calçada. O menino correu atrás dela e pegou-a pela mão. Olhando-a com lágrimas nos olhos, o menino perguntou-lhe:

- A senhora é a esposa de Deus?

(Autor desconhecido)