Era uma vez um chinês, cuja esposa lhe  disse:

- Gostaria de ganhar um casaco novo.

O marido perguntou-lhe:

- E o que você fará do casaco velho?

Ela respondeu:

- Farei dele uma nova colcha.

Ele continuou:

- E o que fará da colcha velha?

Disse ela:

- Vou transformá-la em fronhas novas.

Ele insistiu:

- O que fará você das fronhas velhas?

Ela replicou:

- Farei novos panos de limpeza.

Perguntou ele:

- E que fará dos velhos panos de limpeza?

Ela respondeu:

- Amarrá-los-ei a um cabo e terei um novo esfregão.

Ele ainda indagou:

- O que você fará do velho esfregão?

E ela:

- Eu o reduzirei a pedacinhos, misturarei esses pedacinhos com cimento e, com essa massa, na primavera, taparei os buracos de nossa cabana.

Ele, afinal, concordou:

- Está bem. Eu lhe darei um casaco novo!  

***   ***   ***

Se um oriental pode achar uma boa aplicação

e um bom uso para tudo,

o que Deus pode fazer?

Deus não tem cestas de lixo.

Ele tem um propósito
para cada lugar e para cada pessoa debaixo do sol.
Floresça onde você está !
 

  

(Robert H. Shuller - Do livro “Floresça onde está plantado”)