Numa campanha para angariar fundos para uma obra social, foram pedir a um ancião, que vivia sozinho, que também desse alguma coisa.

 

- Eu não posso dá nada não - disse ele com voz chorosa. - Eu já devo dinheiro a todo mundo!

 

- Mas escute - retrucou um dos arrecadadores. - O senhor não acha que deve alguma coisa a Nosso Senhor também?

 

- Ah! Isso eu acho, sim sinhô - disse o velho - mas é que Ele num fica atrás de mim, pra eu pagá...

 

 (Autor desconhecido)