Certa vez, uma menina perguntou a seu pai como começavam as guerras.

- Bem - respondeu o pai, - suponhamos que o Brasil se desentendesse com Portugal e...

- Mas - interrompeu a mãe, - Brasil nunca se desentendeu com Portugal.

- Eu sei - disse o pai, - mas eu estava apenas usando um exemplo imaginário.

- Você está é confundindo a menina - protestou a mãe.

- Não, não estou - replicou o pai indignado, com um tom de raiva na voz.

- Não se preocupe, papai - interrompeu a menina, - acho que já entendi como começam as guerras...

 

(Autor desconhecido - Adapt. de GCC)