- Que complicação para andar! - disse eu, vendo caminhar uma centopeia - E que maravilha: caminha tão bem que parece muito fácil!

 

De repente lembrei-me de uma historinha que tinha escutado de minha mãe, não me lembro em que ocasião:

 

"A pequena centopeia - contava ela - sentiu que chegou a hora de começar a caminhar, e perguntou, inquieta, à sua mãe:

- Para andar, que pés devo mover primeiro, os pares ou os ímpares? Os da direita ou os da esquerda? Os de diante ou os de atrás? Ou movo primeiro os do meio? Como devo fazer? Por quê?...

- Quando quiser andar - respondeu-lhe a mãe - pare de fazer perguntas e ande!

 

(Autor desconhecido)