Quando a NASA iniciou o lançamento de astronautas, descobriram que as canetas não funcionariam com gravidade zero.

 

Para resolver este enorme problema, contrataram a Adersen Consulting (hoje Accenture).

 

Empregaram uma década e 12 milhões de dólares.

 

Finalmente conseguiram desenvolver uma caneta que escrevia com gravidade zero, de ponta cabeça, debaixo d’água, em praticamente qualquer superfície incluindo cristal e em variações de temperatura desde abaixo de 0 até de 300 celsius...

 

Os russos utilizaram um lápis!!!

 

 

(Autor desconhecido)