Um certo dia, aborígines australianos da Ilha de Bathrust, me convidaram para uma caçada de emu, uma espécie de avestruz ou ema que existe naquela parte do mundo.

Durante a caçada, cada caçador tem um papel a cumprir. Uns olham a direção do vento para lançar bumerangues, outros cuidam das lanças. Eu recebi a incumbência de encontrar as pegadas de emu e avisar os caçadores. Pelas pegadas, os aborígines sabem exatamente onde está o animal.

Eu ia à frente do grupo. De repente encontrei umas pegadas. Eram de canguru, mesmo assim chamei a todos. Eles vieram e me disseram:

- Essas pegadas são de canguru!

- Sei - respondi. - Mas canguru não é mais gostoso que emu?

- Sim é - responderam. - Mas nós estamos caçando emu e não canguru.

 E se afastaram novamente de mim.

Mais um pouco, encontrei outras pegadas. Não eram de emu, mesmo assim, chamei os caçadores. Eles disseram:

- Essas pegadas são de wallaby (um pequeno canguru).

- Mas wallaby - disse eu - é mais gostoso do que emu e do que canguru?

- Sim - responderem eles. - Mas nós estamos caçando emu e não wallabies ou cangurus. Outro dia caçaremos cangurus e wallabies. Hoje estamos caçando emu!

Na terceira vez que parei a caçada e as pegadas também não eram de emu, eles me disseram com certa impaciência:

- Nós estamos caçando EMU! Fizemos a dança do EMU... Trouxemos os bumerangues de EMU, as lanças de EMU. Se você parar a caçada, toda vez que encontrar qualquer pegada, nós não vamos caçar nem emu nem canguru nem wallabies! Outro dia voltaremos para caçar cangurus ou wallabies. Hoje estamos caçando emu!

 Foi então que aprendi a razão pela qual

todo indígena sai para caçar

e volta com a caça rapidamente.

Ele sabe exatamente o que está caçando.

E não se desvia do foco. Acredite.

O foco é sem duvida um dos principais fatores

de sucesso de pessoas e empresas.

E você? Qual é o seu EMU?

Pense nisso. Tenha FOCO.

Acredite.

 

(Autor desconhecido)