OS BISCOITOS

Uma senhora, de regresso de uma longa viagem pela Europa, verificou que teria um tempinho livre no aeroporto. Pagou uma xícara de café e um pacotinho de biscoitos e se dirigiu, cambaleante, carregada da bagagem, para uma mesa desocupada. Estava lendo o jornal da manhã quando notou alguém fazendo um barulhinho junto à mesa. Por trás do jornal ficou abismada ao ver um jovem bem vestido, servindo-se descaradamente do pacote dela.

A senhora não queria criar caso, e por isso inclinou-se e tirou um biscoito para ela. Passou-se um minuto mais ou menos. Novos barulhinhos: era ele que pegava outro biscoito.

Quando chegaram ambos ao último biscoito do pacote, ela estava irritadíssima, mas continuava sem coragem para protestar. Então o rapaz partiu em dois o biscoito restante, estendeu a metade para ela, comeu a outra e retirou-se.

Algum tempo depois, quando os alto-falantes a chamaram para apresentar sua passagem, ela ainda se sentia uma fera. Pois imagine o seu constrangimento quando abriu a bolsa e deparou com o SEU pacote de biscoitos!

Ela estivera comendo... os biscoitos do rapaz!...

(Autor desconhecido)