Tinha passado todo dia no chopping com sua mãe.

Era uma menina loura, sardenta, com um belo sorriso inocente, e apenas 6 anos de idade. Quando chegaram à saída do prédio, estava caindo uma chuva torrencial e se viram obrigadas a ficar, no meio de uma multidão de gente que também esperava a chuva passar. Era uma chuva tão intensa que parecia não haver distância entre uma gota e outra.

 

Alguns esperavam pacientemente, outros estavam irritados pelo atraso.

 

De repente a voz de menina sardenta soou docemente:

- Mamãe, vamos correr através da chuva!

- O quê!? - exclamou a mãe.

- Correr através da chuva - repetiu a menina.

- Não, meu amor. A chuva vai parar logo!

A menina esperou um minuto e repetiu:

- Mãe! Vamos correr através da chuva!

- Minha filha, se fizermos isso vamos ficar encharcadas.

- Não, mamãe! Não vamos ficar molhadas. Não foi isso o que você disse esta manhã a meu irmão?

- Esta manhã? Quando eu disse que podíamos correr através da chuva e não molhar-nos?

- Já não se lembra? Quando estava falando a meu irmão sobre a doença dele, você lhe disse que se Deus nos faz passar através da doença, é porque Ele nos pode fazer passar através de qualquer coisa.

 

Todos escutavam, com um sorriso, a conversa, enquanto a chuva não passava. Mas naquele momento houve um silêncio total. Só se ouvia a chuva cair, atentos à mãe da menina para ouvir sua resposta. A mãe finalmente se decidiu. Olhou para a filha e disse:

- Meu amor, você tem razão. Vamos correr através da chuva. E se Deus permite que nos molhemos, será porque Ele sabe que nós estamos precisando de uma lavadinha...

E saíram correndo.

 

Todos ficaram olhando para elas, rindo enquanto corriam pelo estacionamento, pisando em todas as poças d'água. Com certeza elas se encharcaram, mas não foram as únicas. Todos começaram a correr, rindo às gargalhadas, como crianças, à procura de seus carros. Todos ficaram empapados... Com certeza Deus achou que também estavam precisando de uma lavadinha...

 

(Autor desconhecido)