A SOCOS E PONTAPÉS

 

Os chineses contam um caso que reflete bem os seus três ou quatro mil anos de civilização:

Dois operários discutiam com veemência no meio de uma multidão.

Um estrangeiro externou sua surpresa de que os dois não estivessem a socos e pontapés.

Outro chinês explicou:

- Aquele que agredir primeiro estará confessando que suas idéias acabaram.

(De SELEÇÕES - julho/1982)