A ARMADILHA


A armadilha era uma caixa de 2x2 metros, com um lado aberto, e levantada numa extremidade, em posição oblíqua, por meio de uma escora. Trilhas de milho levavam à armadilha, com uma atraente quantidade de grãos sob a caixa.Um cordão, amarrado à escora, estendia-se até dentro do mato, onde o caçador ficava escondido, e, quando ele puxava o cordão, a caixa caía, e os perus que tinham entrado nela ficavam presos lá dentro.

Um dia, enquanto ele estava escondido no mato, um bando de 12 perus foi até à caixa, e 11 entraram na armadilha.

- Se eu esperar um minuto - pensou o caçador exultante - pego o último também!

Mas, enquanto ele esperava, três dos 11 que estavam dentro da armadilha saíram casualmente. Ele lamentou não ter ficado satisfeito com os 11 que já seriam uma bela presa, e então decidiu que, assim que um dos três voltasse, ele puxaria o cordão.

Entretanto, enquanto aguardava que isso acontecesse, outros cinco perus saíram deixando três lá dentro.

- Bem, ainda há muito milho dentro da caixa - pensou. - Aí eu puxo o cordão.

Mas os outros dois saíram, deixando apenas um peru na armadilha. Então o homem ficou paralisado de pesar, e enquanto decidia o que fazer com o único peru restante, este saiu e reuniu-se aos outros e todos os 12 foram embora.

(Sylvia Porter)