AMINIMIGOS

Era lindo, muito lindo. Quando soube que tinha inimigos, foi ouvir o sábio das montanhas, porque era horrível ter inimigos.

- Você tem inimigos porque é bonito. Os seus inimigos não perdoam a natureza que o fez assim. E, como a natureza é coisa abstrata, ficam com raiva de você (que é concreto) e se tornam seus inimigos.

O homem, então, tomou banho de vitríolo e ficou deformado e feio. Mas era inteligente e soube que tinha inimigos ainda. O velho das montanhas disse:

- Agora que é feio, eles não perdoam um homem feio e inteligente.

Ficou em silêncio para que não notassem sua inteligência. Os inimigos continuaram porque era rico (foi o que disse o velho das montanhas). E ficou pobre (o que foi muito fácil). Mas ainda tinha inimigos.

- Você era bonito, inteligente e rico, e não é mais. Mas eles não perdoam quem é tudo isso e o devolve. Eles são muitos.

Mudou-se para as montanhas. Mas tinha inimigos. O velho disse que eles ficaram aborrecido, porque não tinham mais de quem pudessem ser inimigos. Ficou, então, inteligente outra vez e, quando ficou rico, tratou da feiúra e ficou bonito outra vez e viveu feliz, cercado de inimigos.

.

(Marcos de Vasconcelos)