Um casal tomava caf no dia das suas bodas de ouro. A mulher passou a manteiga na casca do po e deu para o seu marido, ficando com o miolo.

 Ela pensava: "Sempre quis comer o que mais gosto do po, que o miolo, mas como amo demais o meu marido e ele gosta dele, durante estes 50 anos, sempre lhe dei o miolo. Mas hoje quero satisfazer o meu desejo".

 Quando o marido recebeu a casca do po com manteiga, o rosto dele se abriu num enorme sorriso, e lhe disse:

- Muito obrigado por este presente, meu amor. Durante 50 anos, sempre quis comer a casca do po, mas como voc gostava tanto dela, eu jamais ousei pedir!

(Nossrat Peseschkian)