Segundo uma lenda oriental, foi o imperador Shen Nong, por volta do ano 2.737 AC, quem descobriu o chá. Numa das suas viagens, parou para descansar e matar a sede à sombra de um arbusto.

 

Os camponeses serviram-lhe água muito quente, um costume daquela região, para evitar doenças contagiosas, que podiam atacar nas longas viagens.  

 

Nesse momento soprou um pouco de vento que fez cair várias folhas do arbusto, algumas delas dentro da recipiente da água quente. A temperatura da água atingiu as folhas e o líquido tornou-se dourado. O imperador provou e gostou da mistura e achou que aquela bebida renovava sua energia.

 

Na viagem de volta, levou várias mudas daquele arbusto para plantar nas suas propriedades. Dessa maneira o chá feito com suas folhas, bebida consumida inicialmente pelo imperador e a nobreza, acabou tornando-se muito popular entre o povo.

 

Esta descoberta casual deu ao imperador Shen Nong, o título de "pai do chá".

 

(Lenda Chinesa)